Quem somos?

A.FA.P.S., Associação Família como Parceiro Social da Serra das Minas, teve o seu início em Novembro de 1981, quando um grupo de moradores daquele bairro se começou a organizar para fazer frente às inúmeras carências que se identificaram, nomeadamente a falta de atividades para as crianças e jovens num ambiente que revelava graves problemas sociais.

A nossa história​

Desde os primeiros tempos, ficou claro que se tratava de uma Instituição que aglutinava os esforços e interesses dos diferentes grupos etários, procurando reforçar os laços familiares. Assim, associando-se ao movimento de defesa dos valores da família, como primordial célula da sociedade, inscreveu-se na C.N.A.F. – Confederação Nacional das Associações de Família, que tem como principal objectivo pugnar pelos interesses do associativismo familiar, promovendo a defesa da família nos vários domínios da vida social, intervindo designadamente junto dos órgãos de soberania, autoridades e de outras instituições como parceiro social, em todos os assuntos que, na legislação ou na administração digam respeito à família.

Por falta de espaço próprio, foi na casa de uma das famílias fundadoras que teve inicio a primeira actividade (aulas de dança) que logo atraiu dezenas de crianças e jovens adolescentes.

No dia 23 de Maio de 1982, a A.FA.P.S. deu-se a conhecer a todo o bairro da Serra das Minas, através da primeira festa do dia da Mãe que teve lugar na Escola nº 1, com apresentação de duas classes de dança, teatro, palhaços e distribuição de doces a todas as crianças presentes.

No mês de Julho desse ano proporcionaram-se 15 dias de praia na colónia de férias da Gala-Figueira da Foz a 8 crianças. Entretanto uma comissão de moradores que tinha iniciado nos anos de 1978-79, um parque infantil, entregou à A.FA.P.S. a tutela dessa obra. Com muito esforço foi terminado e inaugurado a 15 de Julho de 1982, desde então a Associação pagava ao guarda que zelava pela sua manutenção. Entretanto, o parque foi entregue à Câmara Municipal de Sintra.

A legalização da A.FA.P.S. teve lugar no dia 28 de Janeiro de 1983 no 16º Cartório Notarial de Lisboa, mas só em Março de 1984 se conseguiu alugar uma pequena sede com uma área de 20 m2, onde ocorriam as atividades.

Em 1987, com o subsídio concedido pela Segurança Social de Lisboa, foi possível adquirir instalações próprias para a sua sede. A partir dessa altura a A.FA.P.S. tornou-se uma Instituição Particular de Solidariedade Social, dando início a um A.T.L..

Com o decorrer dos anos começou a ganhar expressão o grupo de Idosos que têm desenvolvido inúmeras atividades que por vezes envolvem as 50 crianças do A.T.L.

No Verão realiza-se todos os anos a «colónia de férias». Nela, crianças e Idosos usufruem de 15 dias de praia e campo.

As Andorinhas são um grupo coral com cerca de 20 elementos que nasceu do grupo de Idosos da A.FA.P.S. e que se fundou a 15 de dezembro de 1993. está registado no canto alentejano na Casa do Alentejo e tem no seu reportório músicas populares adaptadas com letras da autoria de uma das sócias fundadoras que o dirige. Ensaiam todas as semanas e trajam camisa branca com lacinho, saia e colete preto. Tem feito apresentações a convite de várias instituições no concelho e em Lisboa (tendo participado até num programa da RTP).É de salientar a participação do grupo coral das Andorinhas nos festejos da Nossa Senhora do Cabo na Vila de Sintra onde levaram uma Marcha Popular. Esta Marcha tinha sido apresentada nas festas da Câmara Municipal de Sintra, no Palácio de Queluz: “Abrir o Baú das Memórias em dias de Santos Populares”. Os trajes e os arcos foram confecionados pelas avós participantes.

Podemos referir também a participação no programa de televisão “Causas Comuns” na RTP2, onde se falou sobre o funcionamento da Instituição e as áreas que abrange (A.T.L e o grupo de convívio de idosos), e sobre voluntariado de algumas pessoas que apoiam a Associação.